Ao mesmo tempo em que o papel pautado conforta porque traz a garantia de um trajeto já pré-definido, é na imensidão do incerto que se encontra liberdade para criar. E foi justamente nela que dois portugueses fundaram, em Petrópolis, aquela que foi considerada a maior indústria de fabricação de cadernos da América Latina: a Papelaria Pedro II.

Leia Mais →